Preservar e Transmitir pedaços do nosso Património

25
Jul 08

- Monumento do Distrito de Vila Real –

 

 

 

O Castelo de Chaves, localiza-se na cidade de Chaves.
A base primitiva do Castelo é anterior à ocupação romana da Península Ibérica, pensa-se talvez desde a época dos Visigodos (em que era apenas um castro) e terá sido conquistado pelos muçulmanos e reforçado do século VIII ao XI.
Na época da Reconquista cristã o Castelo é tomado pelo Reino de Leão. Mas no reinado de Afonso de Henriques é conquistado e incluído no Condado Portucalense.
Volta a mãos espanholas por volta de 1221, isto porque Afonso IX, rei de Leão, sob pretexto de assegurar à infanta portuguesa, D. Teresa (sua mulher), a posse dos castelos que seu pai (D. Sancho I) deixara em testamento e que o irmão (Afonso II) reivindicara, invadiu Portugal e tomou Chaves, que só voltaria a posse portuguesa 10 anos depois.
Em 1253, o Castelo serve de palco para o casamento de D. Afonso III com s infanta D. Beatriz, filha ilegítima de Afonso X, rei de Castela, enlace matrimonial relacionado com a disputa e domínio da região do Algarve.
O Castelo foi reconstruído por ordem de D. Afonso III e as obras estenderam-se até ao reinado de D. Dinis (sendo dessa data a Torre de Menagem).
Na crise da sucessão de 1383 de D. Fernando (não havia herdeiros masculinos), Chaves tomou partido por D. Beatriz que era casada com o rei de Castela.
Foi, D. João Mestre de Avis (filho de D. Pedro e D. Inês de Castro), quem subiu ao trono, levando a uma guerra com Castela. Neste contexto, o Castelo de Chaves foi cercado pelas tropas de D. Nuno Álvares Pereira, obrigando à sua rendição, para se tornar mais tarde propriedade do Condestável, por doação do rei D. João I.
Com a Guerra da Restauração, as defesas do Castelo foram modernizadas, servindo depois também para as invasões Francesas.
 
Sites consultados: Wikipédia, Guia da Cidade, Câmara Municipal de Chaves
 

comentário:
É um marco na cidade de Chaves, mas não é só, existe também uma linda igreja, alguns heróis, já da época moderna, entre eles alguém que ainda é da minha familia, o apitão Chaves Gomes, bem como outros. O meu pai nasceu em Chaves, o meu avô também, e bisavô e ..., mas a minha avó era espanhola, é a continuação da história na época contemporânea não é verdade.
ivone madeira a 2 de Agosto de 2008 às 10:12

Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
17

20
24

27
28
30


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO